Acessibilidade:

Implementação da Terceira Unidade do Centro Social São José de Calasanz - Obra Social Itaka Escolápios

Área Educação
Valor R$ 525.012,24
Município Serra, ES

Descrição do Projeto: 

O objetivo geral é a implantação da 3ª Unidade (ou Campus III) do Centro Social São José de Calasanz na região de Ourimar (Serra - ES) para: educar, formar, alimentar e acompanhar a 70 crianças/adolescentes de Ourimar e adjacências, em dois turnos (matutino e vespertino), através da aplicação da pedagogia e da didática do próprio projeto, já atestada positivamente em outras duas unidades do mesmo (no Campus I e no Campus II).

Metas:

Na medida em que as crianças e adolescentes vão adquirindo o acesso às atividades e aos espaços de esporte, lazer, arte e cultura, ocorrem de forma gradativa, mudanças nas condições de vida e, consequentemente, na vida de suas famílias.
Também é incentivada a percepção da importância da educação formal no desenvolvimento de habilidades, a reflexão da educação enquanto Direito e instrumento de transformação da realidade através de seu pertencimento e participação na escola.
Por outro lado, além da mudança no comportamento, também é avaliado, dentro do resultado, a participação das famílias nas discussões e suas intervenções em questões ligadas aos direitos da criança e do adolescente.
Os indicadores de acompanhamento dos resultados serão:
Índice de 90% frequência de cada beneficiário no projeto;
Índice de 90% satisfação do mesmo;
Índice de 10% evasão escolar;
Índice de 80% de crescimento da sociabilidade por parte dos educandos, através dos esportes e atividades recreativas;
Índice de 75% participação das famílias em formações;
Índice de observação através de avaliação familiar sobre a responsabilidade e maturidade dos atendidos; esse item será avaliado através do setor de assistência social.
Índice de observação através da avaliação dos educadores sobre a capacidade de comunicação e superação de bloqueios por parte do público-alvo.
Através da análise desses indicadores, o Centro Social São José de Calasanz acompanhará as mudanças que possam ir acontecendo no público-alvo, seguindo uma pedagogia processual (quer dizer, sendo conscientes de que as mudanças vão acontecendo aos poucos, pois tudo o que tem a ver com a educação se realiza através de processos lentos).

Resultados Esperados:

Conforme a experiência da nossa entidade, ao longo destes mais de 10 anos, nas unidades I e II, a implementação da Unidade III, traria a região de Ourimar e adjacências, que é caracterizada pela alta vulnerabilidade Social, tais resultados:
•Fidelização ao projeto de mais de 90% das crianças/adolescentes que o iniciam.
•As crianças e adolescentes que realizaram o projeto melhoraram em áreas escolares como português e matemática.
•Nos atendidos pelo projeto percebe-se uma melhora na construção de relações, sejam familiares, escolares ou de amizade.
•Percebe-se, também, que os atendidos pelo projeto vão modificando, aos poucos, sua conduta e comportamento, passando a ser menos agressivos e individualistas; o qual é expressão de uma melhora na autoestima e na autoconfiança de cada um deles.
•Interesse, apoio e reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelo projeto por parte das famílias e das escolas das crianças/adolescentes atendidos.
•Crescimento a cada ano do número de Voluntários/as que se oferecem para trabalhar no projeto querendo se dedicar à causa dos direitos da criança/adolescente através da educação.
Esses pontos são mensurados através de:
•Frequência diária.
•Relatórios mensais de atendimento.
•Pesquisa de satisfação dos atendidos.
•Instrumentos de avaliação das atividades com os atendidos e suas famílias.
•Fidelização dos voluntários, comprovados através de Termo de Adesão, instrumento que monitora a frequência de participação dos mesmos.

Beneficiários:

Os grupos envolvidos são crianças e adolescentes de 06 a 12 anos e suas famílias. Serão envolvidos três grupos no Projeto sendo eles: dois grupos por faixa etária, de 06 a 09 anos e de 10 a 12 anos, no horário matutino e vespertino, conforme o contraturno escolar da criança/adolescente; as famílias dos atendidos. As atividades principais serão para atendimento direto das crianças e adolescentes, que também serão convidados a contribuir no planejamento e avaliação das ações.
As famílias serão convidadas a participar de encontros mensais (Projeto Família) e sempre que necessitarem de atendimento com a equipe de Serviço Social da Instituição. Também serão incentivadas a participar do planejamento e avaliação das atividades.
Ademais desses três grupos, a sociedade em torno dos atendidos também é beneficiada, pois com uma educação integral e transformadora da pessoa, poderemos perceber resultados positivos nos grupos sociais que os mesmos participam.