Acessibilidade:

Centro de Pesquisa em Inteligência Computacional da Saúde - Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde

Área Ciência, Tecnologia e Comunicações
Valor R$ 1.385.612,10
Município Vitória, ES

Descrição do projeto: 

O projeto tem por objetivo a instalação de um Centro de Pesquisa em Inteligência Computacional da Saúde no Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação, para desenvolver análises preditivas e prescritivas utilizando técnicas estatísticas, algoritmos de aprendizagem de máquina e equipamentos tecnológicos avançados, visando construir um ambiente para análise dos dados e resolução de problemas do SUS-ES.
 

Metas: 

  • Criação do Centro de Pesquisa em Inteligência Computacional da Saúde;
  • Criação de linhas de pesquisa em Inteligência Computacional da Saúde:
  •  
  • Monitoramento de biomarcadores de pacientes em unidades de tratamento intensivo (UTI);
  • Automação de processos do Sistema Único de Saúde;
  • Avaliação de impacto e custo-efetividade de políticas públicas de saúde;
  • Vigilância epidemiológica e combate à doenças transmitidas por vetores;
  • Aplicações de suporte para diagnóstico de doenças por exames de imagem.
  •  
  • Implantação de curso prático para desenvolver a cultura de trabalho com dados no SUS e fortalecer a rede de dados do Espirito Santo;
  • Capacitação de 200 profissionais distribuídos pelos 78 municípios do Espírito Santo no curso prático de desenvolvimento da cultura de trabalho com dados na saúde;
  • Implantação de capacidade técnica inicial para o desenvolvimento de cinco projetos com uso do servidor DGX A100 simultaneamente no Centro de Pesquisa em Inteligência Computacional da Saúde;
  • Disponibilização de pacotes e de um data lake SQL para trabalhar os dados anonimizados do SUS - ES nas principais linguagens de programação de código aberto, visando fomentar pesquisas aplicadas dentro e fora da secretaria estadual de saúde.

 

Resultados Esperados: 

  • Modernização de processos e fluxos de trabalho em hospitais.
  • Melhoria nos processos de monitoramento e avaliação de políticas públicas.
  • Alocação com maior custo-eficiência de recursos da Secretaria Estadual de Saúde.
  • Melhoria no combate à agravos médicos pela equipe da Vigilância em Saúde.
  • Desenvolvimento de inteligências artificiais que auxiliem em diversas áreas de análise, como diagnóstico por imagem, previsão de endemias e combate à desinformação em saúde.
  • Desenvolvimento de inteligências artificiais para auxiliar nas demandas de judicialização do sistema único de saúde.
  • Ampliação do número de pesquisas aplicadas e projetos de monitoramento e avaliação do SUS - ES.

 

Beneficiários: 

Uma vez que serão desenvolvidos estudos e pesquisas que irão impactar o desenho, planejamento, execução e monitoramento das políticas públicas de saúde no Espírito Santo, toda a população capixaba será beneficiada pela proposta, de forma que o público alvo será 4.108.508 pessoas, segundo estimativa de 2021 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.