Acessibilidade:

Campus Acessível – Projeto arquitetônico e executivo para superação de barreiras de acessibilidade - IFES – Campus Vitória

Área Educação
Valor R$ 268.000,00
Município Vitória, ES

Descrição do Projeto: 

O objetivo é o desenvolvimento dos projetos arquitetônicos e executivos de adequação para acessibilidade e comunicação visual/tátil e projetos complementares de modo a garantir que o Campus Vitória seja reconhecido no estado do Espírito Santo como referência no atendimento de pessoas com deficiências.

Metas: 

1. Eliminar as barreiras arquitetônicas e de sinalização por meio de planejamento de intervenções nas edificações e elementos arquitetônicos do campus. Atualmente 106 estudantes matriculados e atendidos pelo Napne do Campus serão beneficiados diretamente. Entretanto o alcance desse projeto é maior, na medida em que o campus recebe visitantes, familiares, ex-alunos, comunidade do entorno envolvida em projetos de extensão comunitária entre outros.
Entre essas intervenções é estabelecido como prioritário:
a) Rampa de acesso ao segundo pavimento;
b) Sinalização tátil e visual no piso;
c) Tratamento de barreiras de acesso à salas e laboratórios (ressaltos e degraus);
d) Adequação das portas;
e) Placas e Totens acessíveis;
f) Adequação para acessibilidade dos banheiros e vestiários;
g) Instalação de guarda-corpos;
h) Adequação de escadas;
i) Rampa de acesso ao palco do teatro;
j) Segunda alternativa de acesso ao segundo piso da biblioteca;
l) Acessibilidade de mezaninos;
m) Substituição das plataformas elevatórias por modelos mais atuais que não exigem encaixes de travas e são de mais fácil operação, ocasionando menos problemas de usabilidade e defeitos;
n) Acessibilidade das arquibancadas.

Os projetos deverão ser divididos por Edificações/Blocos e a contratada terá como base uma planta de localização situando às edificações a serem adaptadas. A área total construída é de 25.961,23m2 e a área urbanizada é de 25.439,13m2.

2. Difundir, no estado, boas práticas no atendimento de pessoas com deficiência e no atendimento educacional especializado por meio de evento anual de formação, incluindo visitas técnicas dedicadas à questão da superação de barreiras arquitetônicas e de sinalização. Dezenas de escolas poderão ser atendidas anualmente;

Resultados Esperados: 

1. Garantir acessibilidade arquitetônica para qualquer pessoa com deficiência em todos os espaços acadêmicos e administrativos do Campus, sejam estudantes regularmente matriculados, visitantes, familiares, egressos, ou membros da comunidade que participa dos projetos de extensão comunitária nos espaços de cultura e esporte do campus;

2. Realizar a sinalização adequada, incluindo placas de identificação, mapa tátil e instalação de piso tátil para orientar qualquer pessoa com deficiência visual em todos os espaços acadêmicos e administrativos do Campus, sejam estudantes regularmente matriculados, visitantes, familiares, egressos, ou membros da comunidade que participa dos projetos de extensão comunitária nos espaços de cultura e esporte do campus;

3. Ser reconhecido pela sociedade capixaba como referência no atendimento de pessoas com deficiência, permitindo que atue no estado, junto à outras instituições de educação, como indutor de boas práticas no atendimento educacional especializado por meio da difusão do conhecimento acumulado e experiências exitosas concretas desenvolvidas.

Beneficiários: 

População capixaba atendida pelo Campus Vitória, na forma de estudantes matriculados, participantes de projetos de pesquisa e de extensão, servidores, estagiários, terceirizados e visitantes.

Gestores e técnicos de outras instituições de educação do estado em processos de formação a partir da difusão de boas práticas no atendimento educacional especializado.