Acessibilidade:

Aracruz Mais Sustentável - Instituto Federal do Espírito Santo - Campus Aracruz

Área Meio Ambiente
Valor R$ 160.000,00
Município Aracruz, ES

Descrição do Projeto: 

O objetivo geral do Programa Ifes Aracruz Mais Sustentável é integrar diversas ações com a temática sócio ambiental na comunidade do bairro Morobá e a comunidade acadêmica do Ifes campus Aracruz, buscando principalmente promover educação e a transformação social da comunidade aracruzense por meio do alinhamento das necessidades locais baseadas em valores éticos, sustentáveis, solidários e de cooperação.

Objetivos específicos:

• Colaborar com o reforço escolar das escolas públicas nas áreas de Ciências da Natureza;
• Ser um programa de apoio ao ensino-aprendizagem para os adolescentes do bairro Morobá que irão se submeter ao processo seletivo do Ifes.
• Ser um espaço para desenvolvimento da educação ambiental para a comunidade;
• Estimular a sustentabilidade social e ambiental;
• Contribuir para a inclusão digital por meio de cursos e projetos tecnológicos;
Contribuir para a inclusão de pessoas com deficiência nas diversas ações previstas;
• Coordenar e estimular o desenvolvimento de grupos de teatro, estudos, leitura entre outros;
• Estreitar a relação do IFES com a comunidade do bairro Morobá e região;
 

Metas:

O município de Aracruz está situado na mesorregião geográfica litoral norte do Espírito San-to. Limita-se ao norte com o município de Linhares, ao sul com Fundão, a leste com o Oce-ano Atlântico e a oeste com os municípios de João Neiva e Ibiraçu.
Segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografias e Estatísticas (IBGE) para 2017, Aracruz possuía uma população de 98.393 habitantes, havendo um crescimento mais acen-tuado nas últimas décadas, uma renda per capita de R$ 55.889,97 (IBGE 2015) e índice de desenvolvimento humano municipal (IDHM) de 0,752 (IBGE 2010).
De acordo com o mesmo instituto o município conta ainda com 59 estabelecimentos de ensino fundamental e médio, com aproximadamente 17.000 alunos matriculados.
Neste sentido, entende-se que o Programa Ifes Aracruz Mais Sustentável, além de atender ao bairro Morobá, este irá permitir a inclusão socioambiental, educação e capacitação dos estudantes da região.

 

Resultados esperados: 

I). Espera-se que por meio do Programa Ifes Aracruz Mais Sustentável a comunidade do bairro Morobá e adjacentes (Morobazinho e Nova conquista I e II), bem como outros bairros do município se apropriem das ações promovidas pelo Ifes campus Aracruz melhorando sua qualidade de vida local. Isso irá acontecer porque as ações do Programa Ifes Aracruz Mais Sustentável não são meramente assistencialistas, mas que contribuem para a formação do cidadão crítico, reflexivo e participativo, sendo capazes de resolver seus problemas por meio de sua capacidade interventiva e autônoma.

II). Espera-se também que o Programa IFes Aracruz Mais Sustentável gere em seus beneficiados e em sua a comunidade acadêmica a consciência da realidade do bairro que o cerca e o seu papel como um ator socioambiental que interage com esse bairro. A consciência da realidade do bairro Morobá deve ser tal que os discentes e a comunidade acadêmica do Ifes campus Aracruz incorpore o princípio da solidariedade em suas vidas que decorre das obrigações recíprocas que temos uns com os outros, conforme a Constituição Federal de 1988, art. 3º, inciso I, in verbis (...) Art. 3º - Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: I- construir uma sociedade livre, justa e solidária.

III). Espera-se ainda que com o desenvolvimento deste programa que a comunidade acadêmica e a comunidade Aracruzense entenda o importante papel das ações voltadas para preservação ambiental e o uso consciente dos recursos naturais.

 

Beneficiários: 

Os beneficiários do projeto serão adolescentes e jovens moradores do bairro Morobá, dos bairros adjacentes, bem como pais e/ou responsáveis. É importante destacar que outros bairros do município também poderão ser alcançados pelas ações do programa Ifes Aracruz Mais Sustentável.

Outros beneficiados serão os professores da rede pública de ensino, os quais também poderão utilizar o espaço a ser implementado como local para desenvolvimento de aulas de campo e de práticas de educação ambiental.
Uma das principais atividades previstas no projeto é a construção da trilha ecológica, com acessibilidade para receber pessoas com deficiência nas atividades de educação ambiental e a visita ao jardim sensorial, o qual terá plantas aromáticas e ervas medicinais, trabalhando de forma ímpar a inclusão social e educação ambiental na região.